21 Jul 2015

Me formei em Nutrição, e agora?

Depois de alguns anos de graduação eis que o grande dia chegou: Você se formou e está apto a entrar para o mercado de trabalho.

Há quem já esteja com tudo planejado, sabendo exatamente que caminho seguir e para onde ir. Há quem não faça ideia do próximo passo a ser dado.

E aí surge a questão: Me formei, e agora? O que vou fazer da minha vida?

Será que devo continuar na mesma empresa que estagiei e ver se serei efetivado? Será que chegou o momento de buscar por um novo emprego? Será que eu estou na área certa, aquela que eu sempre sonhei em atuar na nutrição? Será que eu quero ser dono da minha própria empresa/consultoria? E se ainda não atuei na área, como eu consigo essa experiência? #HELP.

Dúvidas não faltam nesse momento e você está pensando o que pode fazer primeiro, por onde começar, não é? Respire fundo e relaxe! Pois vamos ajudar você nessa tarefa:

1.Prepare seu currículo

Um currículo chamativo é o primeiro passo para entrar no mercado de trabalho. Chegou o momento de reunir tudo o que você tem de experiência, seja de estágio ou projetos voluntários.

Comece descrevendo quais são seus pontos fortes e em quais áreas de nutrição você gostaria e tem aptidão para atuar. Em seguida coloque um resumo de tudo o que você já trabalhou.

Logo abaixo, informações sobre empresas, cursos e o que for de cunho social e voluntário.

2.Você precisa começar por algum lugar

Tenha em mente que é preciso começar em algum lugar, ou seja, em alguma área de nutrição. Nem sempre esse começo se dá na área que você sempre sonhou.

Procure experimentar e se dar chances em outras áreas que não aquela que você está buscando. O importante é que você consiga entrar no mercado!

3.Busque se especializar e aprender ainda mais

Somente o conhecimento da faculdade não é suficiente. Principalmente se você pretendeter destaque profissional e não ser obrigado a trabalhar em algo que não quer.

Descubra que áreas você gostaria de adquirir mais conhecimento e faça uma especialização ou uma pós, para agregar ainda mais ao seu currículo.

4.Faça networking

O networking é interessante para ajudar você a conhecer contatos profissionais, pessoas que podem lhe ajudar a conseguir uma vaga de emprego ou até mesmo clientes.

Para conseguir esses contatos, vá a conferências, participe de eventos da área de nutrição e compareça a palestras que tratem da área (ou áreas) que você deseja atuar.

Professores e colegas da faculdade também podem ajudar nessa tarefa.

5.Aposte nas redes sociais

Se sua ideia é abrir seu próprio consultório, é possível começar com um atendimento diferenciado. Crie uma página nas redes sociais e poste sobre o assunto, com dicas de alimentação, por exemplo. Se o foco for consultoria, perfil nas principais redes sociais e site também são ótimas ferramentas para captação de clientes.

Mesmo se você não tem a intenção de abrir seu negócio ainda, a página pode ajudar você a se tornar mais conhecido (a) e tornar-se uma referência para as pessoas que buscam ajuda nutricional ou para implementar boas práticas em um estabelecimento.

Até mesmo se você estiver procurando um emprego CLT, ter um perfil com um conteúdo completo e referenciado pode ser um “cartão de visitas” muito eficiente.

Acabou de se formar e quer mais dicas? Fique de olho que em breve divulgaremos nosso webinar sobre o tema! 😉

Texto por Stephanie Quadros.